Pular para o conteúdo

Como pagar boleto parcelado: quais são as vantagens e como fazer?

  • por

Chegou o final do mês, ficou um boleto bancário para pagar e está sem dinheiro para quitá-lo? Pois saiba que uma solução prática e segura pode ser o parcelamento desse e de outros boletos através de cartões de crédito e alguns apps. Quer saber mais? Então, confira como pagar boleto parcelado na prática. Aproveite a leitura!

Anúncios

Mesmo com o advento dos cartões de crédito sem anuidade e transferências digitais de dinheiro, o boleto bancário ainda é uma opção muito utilizada na hora de realizar cobranças e pagamentos, principalmente para quem tem um limite baixo no banco.

Já que, através deste, você pode pagar contas, prestações e até mesmo gerar um boleto próprio no intuito de gerar uma cobrança em seu nome, para recebimento de uma quantia. 

Porém, sabemos que às vezes as contas saem um pouco do controle no final do mês e, por vezes, pode faltar verba para algum desses boletos. 

Anúncios

Para solucionar esse problema, criou-se a possibilidade de parcelar esses boletos, o que resolveria esse problema no momento em que um valor maior seria diluído em prestações menores a serem pagas mensalmente.

Você pode parcelar um boleto através de algumas instituições financeiras, tais quais:

  • Bancos;
  • Empresas de cartões de crédito;
  • Sites e aplicativos financeiros (como PicPay e Mercado pago, por exemplo)

Para te ajudar, nesse artigo, vamos te dar dicas e recomendações de como realizar esse parcelamento de boletos, o que pode facilitar em muito a sua vida. Confira na leitura abaixo!

Leia também:

Parcelar boletos bancários: quais são as vantagens e como fazer?

O que é um boleto bancário, como e para que usá-lo?

O boleto bancário é um instrumento de pagamento de um produto ou serviço prestado, tendo, obrigatoriamente, que existir um “emissor” (ou seja, aquele que gera o boleto e recebe seu valor determinado) e um “pagador” (aquele que está desembolsando uma quantia em troca de bem/serviço).   

Em linhas gerais, todo boleto deve possuir:

  • Data de emissão;
  • Valor a ser pago;
  • Identificação do emissor;
  • Data de validade;
  • Código de barra;
  • Elementos como a empresa bancária a qual seria recomendada para o pagamento desse boleto etc.

Esses boletos podem ser pagos em agências bancárias, caixas eletrônicos, por cartões de crédito ou também por aplicativos e sites que realizam transações financeiras. 

Desses últimos, trazemos como destaque o PicPay e o Mercado Pago, programas seguros e confiáveis para realizar pagamentos e cobranças digitais.

Deve-se destacar aqui que, na maioria dos casos, as instituições financeiras responsáveis cobram uma multa e/ou juros caso o pagador realize a quitação do boleto após a data de validade

Assim, fique atento para manter seus boletos em dia, no intuito de não gastar um dinheiro extra para realizar o pagamento desses tais boletos. 

Quais são as formas mais comuns de parcelamento de boletos bancários?

As duas maneiras mais recorrentes de parcelar um boleto bancário seriam:

  1. Através da sua empresa de cartão de crédito e/ou
  2. Por meio da utilização de um aplicativo/site de uma instituição financeira. 

As duas maneiras são muito similares em seu mecanismo, consistindo na busca do parcelamento do valor de um boleto em parcelas menores, diluídas em vários meses. Confira abaixo mais detalhes sobre cada uma!

Parcelamento através de um cartão de crédito

No caso do parcelamento através de um cartão de crédito, é possível realizar o parcelamento desse boleto das seguintes maneiras:

  • Através de uma visita à agência bancária referente ao seu cartão, onde você poderá conversar com um funcionário para realizar tal serviço;
  • Através do telefone dessa empresa de crédito, com o qual você poderá conversar e realizar tal operação com um atendente;
  • Através de seu computador ou smartphone, onde quer que você esteja, desde que seu aparelho esteja capacitado e autorizado a realizar transações financeiras (o chamado internet banking);
  • Por fim, pela maneira mais prática e comum nos dias atuais, que seria o parcelamento de um boleto bancário através do aplicativo para celular/site da sua operadora de cartão de crédito.

Em todas essas situações, procure nos sites, aplicativos ou converse com um atendente sobre o pagamento de um boleto, seguido do parcelamento desse e, por fim, em quantas vezes você deseja parcelar essa fatura.

Parcelamento através de um aplicativo/site de uma instituição financeira digital

O método de parcelamento de um boleto bancário através de um aplicativo/site de uma instituição financeira tais como PicPay e Mercado Pago é basicamente o mesmo quando comparados a uma empresa de cartão de crédito.

Você irá buscar no aplicativo a seção de: 

  1. Pagamentos;
  2. Leitura/digitação do código de barras;
  3. Parcelamento desse valor; 
  4. Confirmação do pagamento.

Contudo, cabe ressaltar mais uma vez que as instituições financeiras, em troca desse parcelamento, cobram uma taxa específica que pode incidir sobre o valor da fatura e também sobre o valor de cada parcela

Portanto, fique ligado nesse dinheiro extra que você estará abrindo mão em troca do parcelamento de seu boleto!

Essas taxas de juros podem não ser muito grandes à primeira vista. Porém, é um dinheiro que você poderia estar deixando de gastar, e que pode fazer falta em um futuro próximo. 

Além disso, existem aquelas pessoas que parcelam muito mais de um boleto bancário. Isso faz com que esses gastos com pagamento de juros se somem e se acumulem, levando a um comprometimento de uma parte da renda no final do mês. 

Vale a pena parcelar meus boletos bancários?

Essa pergunta é frequente e a resposta é: depende.

Caso você tenha cometido um pequeno deslize e tenha se atrapalhado nas suas finanças no final de um mês específico, o parcelamento de um boleto bancário pode ser a solução ideal para o seu problema

Contudo, lembre-se do caso dos juros cobrados que explicamos ali em cima! Por isso, evite parcelar boletos que não sejam de bens ou serviços essenciais. 

Reserve o parcelamento de um boleto bancário para situações específicas e esporádicas, tais como o pagamento de uma conta de energia elétrica, água, internet etc, uma vez que esses serviços podem ser cortados caso o pagamento não esteja em dia.

Porém, caso o  parcelamento de um boleto de algum outro bem ou serviço não essencial for inevitável, tente fracionar esse pagamento em um menor número de parcelas possíveis. Assim, você prolongará essa dívida por um menor tempo e ainda pagará juros menores.

Desse modo, você estará deixando de gastar um dinheiro que pode vir a fazer falta nos meses seguintes. Além disso, você evitará uma possível bola de neve dessa e de outras faturas que, porventura, você poderá ter que parcelar.

Portanto, a dica final é: tente manter suas contas em dia, evitando o pagamento de multas e juros, tanto em cima do valor do boleto quanto sobre o valor das parcelas! 

Isso é fundamental para manter o seu equilíbrio financeiro, evitar que seu nome fique sujo e, contribui para uma maior tranquilidade mental, uma vez que você estará sem pendências futuras a serem cobradas. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *