Pular para o conteúdo

Qual a diferença entre NIS, PIS, PASEP e NIT? Entenda!

  • por

Entenda qual a diferença entre NIS, PIS, PASEP e NIT, e onde achar cada um dos números de identificação.

Hoje em dia, existem muitas siglas que o brasileiro precisa aprender. Fora CPF e RG, há as siglas de benefícios, documentos importantes e muito mais. Por isso, a confusão se tornou tão comum.

Afinal, seja para conferir as suas contas do FGTS ou para consultar benefícios, você precisará entender para que serve e onde encontrar o NIS, PIS, PASEP e NIT.

De antemão, é possível dizer que algumas são feitas para gerar inclusão e outras para ajudar de forma a oferecer uma renda, sendo que um desses benefícios seria o LOAS, algo apenas para idosos e pessoas com deficiência.

Quer entender melhor o significado e para que serve o NIS, PIS, PASEP e NIT? Continue a sua leitura!

Leia também:

Qual a diferença entre NIS, PIS, PASEP e NIT? Entenda!

O que é o Número de Identificação Social?

Esse registro é conhecido por sua sigla abreviada NIS, significando Número de Identificação Social

Ele é um registro que cidadãos sem vínculo a qualquer benefício social criado pelo Governo Federal podem ter. O número de seu NIS precisa ter um total de 11 dígitos e será atribuído para cada pessoa pela Caixa Econômica Federal.

Por meio do NIS, trabalhadores podem obter diversos benefícios ligados a seus direitos trabalhistas. Por exemplo, o décimo terceiro salário, o seu FGTS ou até mesmo a Licença Maternidade para as mulheres.

Para gerar seu NIS, não é complicado. Você precisa acessar o CNIS, conhecido como Sistema Nacional de Informações Sociais. 

O NIS é garantido a partir do primeiro registro na Carteira de Trabalho e Previdência Social do profissional. Lembrando que a própria carteira tem sua própria sigla: CTPS. O número do NIS pode ser encontrado na página inicial em que consta sua foto.

O que é o Programa de Integração Social?

O PIS é um iniciativa privada feita para trabalhadores de baixa renda e surgiu em 1970 como uma iniciativa privada. 

Hoje em dia, o PIS é utilizado para garantir benefícios trabalhistas e identificar o trabalhador como segurado desses benefícios. Devemos notar que o valor do PIS e PASEP vem de contribuições feitas por empresas.

Apesar de falarmos que esse valor é uma contribuição, as empresas possuem obrigação de arrecadar o dinheiro do PIS e PASEP, por lei. O valor do PIS pode ser obtido através da Caixa Econômica Federal ou transferido para sua conta corrente usando o aplicativo para Android e iOS, Meu FGTS.

O que é Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público?

O PASEP e o PIS possuem a mesma finalidade. No entanto, o PASEP é utilizado por servidores do setor público, ao contrário do PIS. Então a arrecadação do valor do PASEP não é feita por empresas privadas, mas por órgãos do poder público. 

Alguns exemplos seriam a prefeitura, a própria União ou governos de estado. O PASEP pode ser obtido pelo mesmo meio que o PIS.

O que é Número de Registro do Trabalhador?

Muitos pensam que pessoas sem carteira assinada não possuem direitos trabalhistas. No entanto, o Número de Registro do Trabalhador, ou NIS, diz o contrário. 

Ela é uma modalidade de registro voltada para profissionais autônomos ou que nunca tiveram registro na Carteira de Trabalho. Ela garante que eles obtenham seus benefícios trabalhistas, como a aposentadoria.

Para obter o NIT, é possível consultar a Previdência Social, pois o INSS é o único benefício que o trabalhador autônomo, sem carteira assinada, pode obter. Sendo assim, para que um trabalhador livre tenha qualquer tipo de benefício, é preciso ter seu próprio NIT.

Qual a diferença entre NIS, PIS, PASEP e NIT?

Agora que sabemos sobre o que é cada um desses registros, podemos apontar sua diferença de fato. 

Se você ainda não compreendeu, não se preocupe, pois a diferença é tão mínima que muitos não entendem de cara. O fato é que os 11 dígitos para cada um desses registros é o mesmo. Mas então o que muda?

O objetivo geral desses registros é o mesmo, porém ele muda dependendo do tipo de trabalhador que busca obter ele. 

Por exemplo, o NIS atende pessoas com um vínculo empregatício, enquanto o NIT é feito para quem não possui carteira assinada. O mesmo vale para o PIS e PASEP, um é feito para colaboradores privados e outro para públicos.

Mesmo que eles tenham o mesmo número, cada benefício possui uma geração com dados diferentes

Ou seja, para gerar seu registro, cada um possui um meio. O PIS é gerado automaticamente com sua Carteira de Trabalho, no entanto o NIS surge com o CNIS, sendo utilizado pelo Governo Federal para oferecer o pagamento de benefícios de cunho social.

Você precisa ter um desses?

É extremamente necessário recorrer a um desses registros em algum ponto de sua vida. 

Mesmo que você não tenha carteira assinada, por exemplo, é importante saber sobre o NIT ou, caso você for um trabalhador público, saiba mais sobre o PASEP. Garanta seus benefícios, como aposentadoria e mais, através desses registros de 11 dígitos.

Entendido? Agora busque seu registro!

Agora você entendeu a diferença entre esses registros. Lembre-se de conferir se você já tem um deles ou recorrer a um deles e saber como fazer cada um. Eles possuem a vantagem de oferecer benefícios trabalhistas para qualquer tipo de trabalhador.

Sendo assim, você entendeu qual a diferença entre NIS, PIS, PASEP e NIT. Agora que você está informado, que tal conferir outros artigos informativos em nosso blog? Além disso, comente nessa postagem e diga se esse conteúdo ajudou você a compreender mais sobre o assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *