Pular para o conteúdo

Programa Jovem Aprendiz nos Bancos: Guia completo 2023

  • por

Entenda como funciona o programa Jovem Aprendiz nos Bancos e quais os requisitos de cada um deles, além dos salários e benefícios.

O Programa Jovem Aprendiz tem se mostrado uma excelente plataforma para os jovens brasileiros adquirirem experiência profissional e fortalecerem as suas habilidades no mercado de trabalho.

Vários setores se associaram à iniciativa, entre eles o setor bancário, que oferece oportunidades de aprendizado e treinamento em diversas instituições financeiras.

Neste post, faremos uma referência abrangente sobre o Programa Jovem Aprendiz em Bancos, destacando os bancos brasileiros que patrocinam o programa, bem como as suas necessidades, regras, salários e especificações.

Assim, ficará muito mais simples se inscrever e entender os requisitos específicos de cada localidade. Quer saber mais? Então, continue acompanhando e aproveite esse conteúdo!

Leia também:

Programa Jovem Aprendiz nos Bancos: Guia completo 2023
Programa Jovem Aprendiz nos Bancos: Guia completo 2023

Bancos que contratam Jovem Aprendiz

No Brasil, existem diversas oportunidades de se inscrever no programa Jovem Aprendiz por meio de bancos, que são instituições confiáveis e um ótimo local para iniciar uma carreira.

Confira a seguir os principais bancos participantes do programa e quais os requisitos para realizar a inscrição.

Banco do Brasil

O programa Jovem Aprendiz do Banco do Brasil prevê formação técnica e profissional, além de remuneração compatível com a função exercida.

O Banco do Brasil é uma conceituada entidade bancária e ara se inscrever, os jovens devem ter entre 15 e 24 anos, estar matriculados em uma instituição de ensino e ter disponibilidade para trabalhar até 6 horas por dia.

Mais informações no site oficial do Banco do Brasil.  

Caixa Econômica Federal

O programa Jovem Aprendiz Caixa Econômica Federal tem grande relevância no desenvolvimento dos jovens. Os requisitos de inscrição variam de acordo com as vagas disponíveis, mas geralmente envolvem ter entre 14 e 24 anos e frequentar o ensino fundamental ou médio. 

O programa oferece treinamento teórico e prático, além de bolsa correspondente à jornada de trabalho.

Banco Itaú

Outra instituição financeira que abre possibilidades para jovens aprendizes é o Banco Itaú. Os requisitos variam, mas geralmente incluem ter entre 16 e 24 anos, cursar o ensino médio e estar disponível para trabalhar quatro horas por dia. O programa do Itaú oferece capacitação profissional e remuneração compatível com a carga horária.

Banco Bradesco

O Banco Bradesco também possui o programa Jovem Aprendiz. Os requisitos de participação variam, mas geralmente incluem ter entre 14 e 24 anos, frequentar o ensino médio e estar disponível para trabalhar até 6 horas todos os dias. Além do salário adequado, o currículo oferece instrução acadêmica e prática.

Banco Santander

Por fim, ainda temos outro banco que participa do Programa Jovem Aprendiz: o Banco Santander. 

Os requisitos variam, mas geralmente incluem ter entre 16 e 24 anos, cursar o ensino médio e estar disponível para trabalhar até 6 horas por semana em meio período. 

O programa do Santander oferece instrução acadêmica e prática, além de remuneração compatível com a carga horária.

Principais requisitos avaliados pelo programa

Confira abaixo, quais são os principais requisitos de seleção dos programas como um todo.

  • Jornada de trabalho: a jornada de trabalho dos jovens aprendizes nos bancos varia, mas normalmente não ultrapassa 6 horas diárias, o que permite ao jovem conciliar as atividades de aprendizagem com os estudos;

  • Formação teórica e acadêmica: o programa oferece formação acadêmica por meio de cursos e treinamentos, além de treinamento prático em que o jovem aprendiz atua em um ambiente de trabalho genuíno, adquirindo experiência e fortalecendo suas habilidades profissionais;

  • Remuneração: Quando ganha o Jovem aprendiz varia de acordo com a carga horária e as atividades realizadas. A remuneração é definida de acordo com a legislação vigente e tem como objetivo proporcionar um incentivo financeiro aos jovens participantes do programa;

  • Benefícios: além de receber o valor pelo seu trabalho, os jovens aprendizes também podem receber vale-transporte e vale-refeição para que tenham uma experiência ainda mais agradável.

O que é o Programa Jovem Aprendiz?

O Programa Jovem Aprendiz é um projeto governamental que busca proporcionar aos jovens brasileiros oportunidades de aprendizado e qualificação profissional.

Foi criado com o objetivo de integrar os jovens à força de trabalho, permitindo o desenvolvimento de competências técnicas e pessoais, bem como promover a inclusão social e diminuir a evasão escolar.

Levando em consideração que, atualmente, no Brasil, a educação deve ser vista como uma prioridade, participar do programa pode trazer grandes benefícios para os jovens, que receberão por seu trabalho e, ao mesmo tempo, irão adquirir conhecimentos sobre a área.

Importância de participar do programa

Existem muitos pontos que podem ser vistos como importantes na hora de escolher participar do programa Jovem Aprendiz. Dentre eles, temos:

  • Experiência de trabalho: o programa permite que os jovens obtenham experiência prática em um ambiente de trabalho do mundo real. Isso ajuda os alunos a aprender habilidades específicas do trabalho e se familiarizar com as rotinas e expectativas do mercado de trabalho;

  • Enriquecimento do currículo por aprendizado teórico: o currículo fornece conhecimento teórico, além de experiência prática por meio de cursos e workshops. Isso permite que os jovens aprendizes aprofundem seus conhecimentos e se aprimorem em áreas específicas, tornando-se profissionais mais qualificados;

  • Habilidades desenvolvidas: a participação no programa ajuda os jovens a desenvolver habilidades críticas no local de trabalho, como trabalho em equipe, comunicação, organização, solução de problemas e tecnologia. Essas habilidades são valiosas em qualquer carreira e podem contribuir para o sucesso profissional futuro;

  • Inclusão social: o Programa Jovem Aprendiz promove a inclusão social ao oferecer oportunidades a jovens que frequentemente enfrentam barreiras para conseguir emprego por falta de especialização. A iniciativa visa dar aos jovens uma oportunidade equitativa de desenvolvimento profissional, independentemente de sua origem social;

  • Networking e oportunidades futuras: ao participar do programa, os jovens podem fazer contatos profissionais e ampliar seu networking. Esses contatos podem levar a futuras possibilidades de trabalho e progressão na carreira;

  • Remuneração e benefícios: Os jovens aprendizes recebem uma remuneração pelo seu esforço, que pode ser usado para custear seus estudos, despesas pessoais ou contribuições para suas famílias. É importante dizer, também, que as regras de cada programa são diferentes e podem apresentar benefícios distintos.

Jovem Aprendiz nos Bancos

O programa Jovem Aprendiz é, sem dúvida alguma, de grande importância para o desenvolvimento profissional e pessoal dos jovens.

Por isso, inscrever-se nele pode fazer toda a diferença para a vida profissional dos estudantes brasileiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *